COMPARTILHANDO FATOS, IDÉIAS E VIDA ENQUANTO CAMINHAMOS

18 de jun de 2007

QUERO CONTRIBUIR FINANCEIRAMENTE

----- Original Message -----
From: QUERO CONTRIBUIR FINANCEIRAMENTE
To: contato@caiofabio.com
Sent: Friday, June 15, 2007 9:24 PM
Subject: Quero contribuir financeiramente...

Graça e Paz Pr. Caio!

Agradeço a Deus pela sua vida. Ele o tem usado na minha vida através do seu site, da rádio, dos seus livros.

Acredito que estou sendo transformado dia após dia bem devagarzinho.

O Senhor seja louvado!

Quero contribuir financeiramente conforme o Senhor dispuser em mim.

O que tenho que fazer?

Abraço!

David Palazzo
Rio Verde - Go.
_________________________________

Resposta:

Amado David: Graça e Paz!

Contribuir é algo que muda a vida da gente. Muda as referências e prioridades. Altera a sensação de prazer e de realização. Subjuga o poder do Diabo como Dinheiro em nossa vida. Eleva os alvos da vida. Faz pensar nos outros; especialmente, muitas vezes, naqueles que nem conhecemos. E, entre outras coisas, nos põe no caminho da generosidade e da fé que lança o pão sobre as águas para só achá-lo depois de muito tempo...

E mais: contribuir assim, conforme acima expus, ativa o princípio espiritual da Vida; pois, Vida é dádiva, é doação, é Graça.

O paradoxo é que Jesus manda dar, dar sempre, medidas boas, volumes generosos, bem raspados, bem socados no saco para poder caber mais... — afirmando que isso nos fará entrar num ambiente no qual a Vida nos devolverá muito mais do que demos, se dermos sem esperar nada em troca. Ora, isso ao mesmo tempo em que Ele diz que a quem tem se lhe dará ainda mais...

Assim, como posso ter mais para receber mais, se o mais que eu tinha eu dei a outros, sem negócio e sem barganha?

O principio é simples:

Para Jesus o dar era equivalente a ter; pois, ao se dar com amor, investe-se numa espécie de Fundo Vida; de modo que quanto mais dôo, mais tenho; e, portanto, mais recebo; e, assim, mais dou mais...

De modo que mesmo não tendo quase nada no bolso, tenho muito nos corações de muitos, e muito no Fundo da Vida.

Essa foi a malandragem que Jesus louvou no Administrador Infiel (Lucas 16).

Essa é a santa esperteza do homem ou mulher que decidem crer mais em Deus do que na segurança (insegurança) do dinheiro.

Contribua sim. Eu contribuo com tudo o que sou e tenho. Fiz isto minha vida toda; não tenho nada, embora possua tudo.

Desse modo, hoje, sem nada (sem os poderes humanos que já tive); e sem os recursos que muitos queriam me doar por amor (para a maioria), e por prestígio para outros — estou, todavia, cada vez mais rico; mais sereno; mais seguro; mais certo de tudo quanto menos certo de qualquer coisa eu esteja.

E mais: sinto que homem algum pode roubar nada de mim.

Você não acha que tal segurança e paz são os grandes tesouros desta vida?

Entretanto, apesar de um não buscar dinheiro e nem pensar em doações (Deus sabe e conhece a minha distração nesta área a vida toda), sou muito abençoado sempre em todas as coisas; pois, também durante toda a minha vida, apenas segui o Pastor (o Bom), e cri que as demais coisas viriam como decorrência disso.

Assim, ando... — e creio que Bondade e me Misericórdia me seguirão se eu seguir a Jesus e ao Evangelho (Este é meu salmo 23).

Obrigado pelo seu carinho. Que o Senhor o abençoe por crer Nele!

Contribua para a seguinte conta, se possível todos os meses, pois, assim, poderemos nos organizar quanto a tudo.

Eis a conta:

“O Caminho da Graça”

Conta de Poupança:

Banco do Brasil
Agência: 1231-9
Conta de Poupança nº. 22448-0 - Variação: 01
Finalidade: depósito em poupança.
CNPJ: 07.338.110/0001-07

Os lobos falam somente “nisto”, bem como os mercenários e aqueles cujo Deus é seu próprio ventre. E, enquanto isso, a gente fica quieto, com o rabo entre as pernas, com vergonha, com medo de ser confundido com a pilantragem.

Assim, entregamos o direito de primogenitura e a benção de Deus como direito autoral ao Lobo e ao Mercenário.

Desse modo é que nosso mundo vai encolhendo, enquanto nós deixamos de tratar das coisas apenas porque os que as corromperam não têm puderes no modo como se apropriam delas.

Não deve ser assim!

De minha parte, digo:

1. Contribua sempre com amor e alegria, e sua estará sempre no fluir do Fluxo da Vida.

2. Contribua sistematicamente com algumas causas de sempre, mas mantenha o coração aberto ao que aparecer no caminho...

3. Contribua apenas para aquilo que você, por você mesmo, conhece como sendo bom. Não contribua na onda de nada. Sempre prove o fruto antes e veja se faz bem a você. Se não fizer bem a você, por que deveria ser bom para os outros?

Receba meu carinho e gratidão por tudo!

Nele, que sendo rico, se fez pobre, para que pela sua pobreza nos tornássemos ricos,


Caio

16/06/07
Lago Norte
Brasília

Nenhum comentário: