COMPARTILHANDO FATOS, IDÉIAS E VIDA ENQUANTO CAMINHAMOS

13 de out de 2007










Joel, paz do Senhor meu irmão!

Estou postando o seu ponto de vista em forma de mensagem que nos enviou conforme você pediu.

Que bom que você recebeu a mensagem em questão.
______________________

De: joel@..................
Enviada em: sexta-feira, 12 de outubro de 2007 10:13
Assunto: Postagem no blog

Bom dia irmão.

É possível postar alguma coisa no blog caminhoemsantos.blogspot.com?
Eu até concordo com o texto sobre a Record, mas gostaria de emitir minha opinião.

Na graça e paz de Cristo,

Joel Brandão - Limeira/SP
-----------------------------------------------------------
Postagem do Joel

Estou de “saco cheio”

Como recebi um e-mail sobre o assunto, resolvi responder ao e-mail. Estou de “saco cheio” (de saco cheio: cansado de suportar aborrecimentos; saturado. conf. Dicionário Michaelis) de ficarem atirando contra os “charlatões evangélicos”.
Já que somos tão bíblicos e nos gabamos de conhecer teologicamente a Palavra de Deus, precisamos lembrar e praticar o que Jesus disse em Mateus 7:3 “E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu olho?”
Biblicamente falando, precisamos primeiramente olhar para a nossa “trave” antes de olhar para o “cisco” que está no olho do outro.
Só que na prática, não é isso que acontece. Insistimos em criticar, denegrir e como “juízes” que somos, julgar esses “evangélicos”, como sempre fizemos com os “espíritas” que têm creches, asilos, hospitais e assistências sociais maravilhosas, mas “como fazem esses trabalhos objetivando a salvação”, dizemos que estão totalmente errados.
E nós, os que nos vangloriamos de ter a salvação garantida e o passaporte assegurado do céu; o que estamos fazendo de real para a sociedade? Que tipo de conversões estamos gerando em nossas igrejas? Cadê o sal e a luz do mundo? (há muito tempo esse sal está insípido e essa luz não clareia nada).
É muito mais cômodo e fácil ficar sentado só dizendo “Maranata” olhando para cima, esquecendo que o mundo cada dia vai de mal a pior.
Se essas igrejas estão pregando outro evangelho que vai além do ensinado por Cristo, o problema é deles com Deus. Se estiverem vendendo as bênçãos e as graças divinas, eles irão se explicar com o Todo Poderoso.
E nós, (os bão-da-boca) teremos como explicar ao Criador a nossa inércia e a nossa omissão para com os ensinos práticos de Jesus para o dia-a-dia?
Só ficar cantando e pregando/ouvindo de domingo à noite, fazendo doutorado, mestrado, PHD, etc. já é o suficiente?
Algum dentre nós teria a coragem de fazer como Lutero e afixar as “95 teses atuais” na porta de alguma catedral dessas igrejas?
Então, parem de “encher o saco”, vamos fazer alguma coisa de concreto (ops. não templos esplendorosos), depois podemos sentar à frente do computador e mandar e-mails à vontade...


Joel Brandão de Oliveira - joel@limeira.com.br

“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética.
O que mais preocupa é o silêncio dos bons!"
Martin Luther King

______________________
Resposta:

Mano querido,

Eu entendo que Jesus não engolia o que era necessário ser dito, quando deveria ser dito, diante daqueles que transformavam a religião em lixo, pois, alem de outras coisas, nenhum bem faziam aos seguidores sinceros da época, senão, bem a si próprios, ao próprio ventre, pois DETINHAM o poder de “dar as cartas” conforme lhes aprouvesse, eles DOMINAVAM SOBRE.

Como discípulos de Cristo, também devemos entender de uma vez por todas que: OS FINS NÃO JUSTIFICAM OS MEIOS! (entenda as maiúsculas como um grito meu diante dos MEIOS MALIGNOS UTILIZADOS POR VÁRIOS DA DITA RELIGIÃO ATUAL, meu mano querido.)

O que se faz lá na Universal, só é LEGAL, porque se utilizam das “maravilhosas” brechas da LEI, para legalizar o que é ABSURDO!

Mano, lembro, por exemplo, que até se “Der tudo que possuo aos pobres e o meu próprio corpo para ser queimado ... se não tiver amor , de nada valerá...

Você crê que há amor no engano utilizado lá na Universal? Assim como não há amor no terrorismo que fazem para convencer os presentes a DAREM TUDO O QUE TEM, e ainda por cima MENTEM, ao dizer que todos devem fazer prova de Deus, que devem sacrificar, etc. etc. etc.

E haja etc. mano!

A lábia diabólica deles não tem limites, alias, tem sim, o limite deles está nas mãos do dono da Verdadeira Arca, símbolo que eles, cheios de imaginação marqueteira, vendem por 90 páus.

A Arca da Aliança por 90 reais?! Somos templo do Espírito Santo, habitação sagrada do Santo, somos vasos de barro com um tesouro, e essa arca está no templo de Deus mano!

E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva. Apocalipse 11:19

É DE GRAÇA, O VÉU FOI RASGADO, temos livre acesso pelo seu sangue, seu Corpo (véu) foi rasgado, e não necessitamos de nenhum intermediário, assim como eles se fazem intermediários entre o homem e Deus, Jesus fica de escanteio faz tempo, só usam o nome dEle para dar veracidade ao que pregam. O que pregam é para alimentar o próprio ventre, eles querem cada vez mais PODER, aquele poder que Jesus rejeitou ao ser tentado no deserto, não se prostrando diante de Satanás.

Mano, aqui não temos lugar nem estomago para sermos “tão bíblicos e nos gabamos de conhecer teologicamente a Palavra de Deus”, como você disse, e o texto que você citou (em Mateus 7:3 “E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu olho?”), ele continua, veja o que gostaria que entendesse:

3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
5 Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.

Mano, por amor aos incautos, vítimas nas mãos do engano, falamos abertamente, sem desejar ou “mandar” ninguém para o inferno, pois pra isso já chega o Diabo desejando.

Um discípulo de Jesus deve andar como ele andou, e o nosso desejo é que haja entendimento sobre o Evangelho de Cristo, que vai além de conhecimento, tem muito de prática e menos de teoria.

Você falou que: “Só que na prática, não é isso que acontece. Insistimos em criticar, denegrir e como “juízes” que somos, julgar esses “evangélicos”, como sempre fizemos com os “espíritas” (o grifo é meu - Valmir) que têm creches, asilos, hospitais e assistências sociais maravilhosas, mas “como fazem esses trabalhos objetivando a salvação”, dizemos que estão totalmente errados.”

Na mensagem inicial sobre o dinheiro da Universal, o Marcelo Quintela não falou de ninguém além da Universal e da Record.

Quiséramos nós que a Universal se comportasse como os Espíritas, muitos põem dinheiro do próprio bolso e das suas empresas para as obras de caridade. Quando não é dinheiro que investem, é seu tempo e seu trabalho em eventos destinados a render algo que alivie a dor e a necessidade do próximo. Eu pessoalmente vejo amor no que fazem, do restante, a respeito de como crêem, por eu não ser mais EVANGÉLICO, não julgo mais quem vai pro céu ou pro inferno, ou quem está salvo ou quem não está, tenho coisas mais importantes pra fazer, sentaria na boa, na mesma mesa que eles, e daria para conversar gostoso, falar sobre AMOR AO PRÓXIMO, o que não seria possível com a cúpula da Universal.

Cremos que muitos nesse meio “Universal do Reino de Deus”, estão vivendo um período de engano, e os de coração sincero, entenderão a seu tempo, mas, não deixaremos de denunciar o ENGANO, e saiba que tudo tem que ter amor meu irmão, senão já era. Sem amor, toda uma vida é em vão.

Creio que você deva reler o que escreveu, e perceber que escreve no seu parecer, os gritos da sua alma, que está sim de saco cheio, e eu te entendo, creia! Falo sério, e com carinho quando te falo isso.

A luz do mundo tem voz, o sal da terra tem voz, e a voz não é vazia quanto acompanhada de atitudes, e entre tantas atitudes, falar é uma delas, por isso temos coragem de falar abertamente, e de não concordar que OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS.

Você disse: “Se essas igrejas estão pregando outro evangelho que vai além do ensinado por Cristo, o problema é deles com Deus. Se estiverem vendendo as bênçãos e as graças divinas, eles irão se explicar com o Todo Poderoso”

Mano, o problema é nosso também! Sabe quando será problema “deles com Deus”? Se tiverem um coração endurecido e levarem isso até o fim.

Sobre as 95 teses, nós as pregamos sim.

Em Santos, entre poucas pessoas, tiramos dinheiro do próprio bolso em amor, para publicar 20.000 exemplares de um Jornal para distribuir gratuitamente, com o objetivo de levar as pessoas a pensar por si sobre o Evangelho de Cristo - Graça de Deus.

Mano, isso é algo público, pregado nas portas da nossa cidade, não fica entre quatro paredes.

Também existem: o site http://www.caiofabio.com/, os blogs, os e-mails, além das conversas pessoais durante o trabalho, durante o lazer, as viagens, o ir e vir de cada dia.

Não se prega literalmente 95 teses numa pomposa porta de um templo da Universal. As teses estão sendo pregadas conforme se prega em nosso tempo atual, por isso você teve algo para ler e se manifestar. O que você leu faz parte das “95” teses pregadas em portais, mano!

“Então, parem de “encher o saco”, vamos fazer alguma coisa de concreto (ops. não templos esplendorosos), depois podemos sentar à frente do computador e mandar e-mails à vontade...”

Se para você estamos enchendo o saco, creio que é como você sentiu o aroma de nossa mensagem. Para alguns é bom perfume, para outros cheira mal.

Podemos sentar à frente do computador e escrever e mandar e-mails a vontade, pois não é vazia a nossa pregação, ela é concreta, tem alma concreta, tem atitudes.

Mano, o que escrevi foi com carinho e cuidado por ti, zelo com o Evangelho, e com a liberdade de dizer abertamente UM POUCO do que penso, teria mais a dizer se estivéssemos frente a frente tomando um café juntos.

Fico por aqui, lembrando que o que preocupava Martin Luther King (O que mais preocupa é o silêncio dos bons!) é uma preocupação nossa também, por isso agimos.

O silêncio tem hora, e não é hora disso, tem muita vida inocente em jogo.


Abraço,


Valmir Bodruc

Caminho da Graça - Estação Santos, 13 de outubro de 2007

Um comentário:

João Calvino Cason disse...

em gênero, numero e grau com o que você respondeu. Se nos calarmos diante desse absurdo evangélico hipócrita, mais e mais pessoa ficarão na cegueira espiritual.
Sou do Caminho, e estou no caminho porque não suporto mais aquilo que se chama por aí de igreja.

João Calvino