COMPARTILHANDO FATOS, IDÉIAS E VIDA ENQUANTO CAMINHAMOS

3 de mai de 2009

NINGUÉM SABIA ATÉ ONDE O AMOR DE DEUS CHEGARIA

Na QUINTA FEIRA, o Amor de Deus levou o Pão do Céu (Jesus) a uma sala para jantar com os amigos.
Na QUINTA FEIRA, o Amor de Deus age de maneira absolutamente inesperada e o Criador do Universo (Jesus), se dobra diante dos amigos e lava-lhes os pés.
Na QUINTA FEIRA, o Amor de Deus conduz a Verdade (Jesus) a um dos momentos de grande decepção, quando um dos amigos O trai com um beijo delator.
Na QUINTA FEIRA o Amor de Deus, permite que a Vida (Jesus) seja presa, ofendida, ridicularizada, e passe a noite, solitária, no porão da casa de Caifas.
Na madrugada da SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, testemunha o Caminho (Jesus) sendo negado por um dos seus melhores amigos.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, encaminha a Estrela da Manhã (Jesus) para os confrontos mais escandalosos e humilhantes com autoridades religiosas e políticas.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, assiste o Rei dos Reis (Jesus) receber uma coroa de espinhos, que lhe é encravada na cabeça, a ponto de iniciar ali uma hemorragia que o debilitaria em poucas horas.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, concede que o Sol da Justiça (Jesus) seja julgado injustamente e condenado a morte sendo trocado por um marginal.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, apenas segue o Amado do Céu (Jesus) cumprindo um trajeto carregando a Cruz e todo pecado do mundo sobre seus ombros.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, ouve o som das marteladas que prendiam o Príncipe da Paz (Jesus) na Cruz.
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, não responde o Pai da Eternidade (Jesus) quando Este lhe roga para que fosse poupado deste cálice.
Na SEXTA FEIRA. O Amor de Deus, se rende a morte do Cordeiro Santo (Jesus) que em suas ultimas palavras diz, "ESTÁ CONSUMADO".
Na SEXTA FEIRA, o Amor de Deus, caminha com os que levaram o corpo do Pai das Luzes (Jesus) para a escuridão de um sepulcro emprestado por um amigo.
Na madrugada do SÁBADO, o Amor de Deus vai com o Libertador do Universo (Jesus) visitar os cativos da morte, onde quer que eles estivessem, pois, todo ouvido tinha que ouvir que a morte fora vencida.
No DOMINGO pela manhã, o Amor de Deus e o Seu Poder trazem de volta a vida, a Palavra (Jesus).
No DOMINGO, o Amor de Deus promove o reencontro do Maravilhoso Conselheiro (Jesus) com alguns de seus amigos.
Nos quarenta dias seguintes, o Amor de Deus passeia com a Água da Vida (Jesus) refrescando a alma, o espírito, o corpo e a esperança na eternidade com Ele.
Num dia especial, o Amor de Deus, num espetáculo jamais visto, recolhe ao Céu, o Seu mais Ilustre habitante, o Cristo, o Salvador de todo mundo, O Filho Amado, e em festa celebram a Redenção de todos e de tudo.
Hoje, apenas nos dobramos reverentes, calados, tranqüilos, sossegados, pois, o que não sabíamos, agora sabemos, que o Amor de Deus chegaria às ultimas conseqüências para nos ter de volta pra Ele.
Hoje, reconciliados com Ele, apenas respondemos ao Seu Amor com um OBRIGADO SENHOR, pois, tentar paga-Lo, diante deste relato de Amor, seria a pior de todas as ofensas.
Hoje, brindamos ao Cordeiro, em festa que já começou na fundação dos tempos e jamais terminará.
Podemos desejar e ter uma FELIZ PÁSCOA, pois, Ele, o Principio e o Fim (Jesus, o Cristo), é a nossa Páscoa.

Graça, paz, VIDA PLENA & todo bem a você, sua família e amigos.

Bjs.

Carlos Bregantim
Caminho da Graça – Estação São Paulo/SP

Nenhum comentário: