COMPARTILHANDO FATOS, IDÉIAS E VIDA ENQUANTO CAMINHAMOS

13 de dez de 2009

A PNEUMO-BÍBLIA

Caio, mano querido,
Na esperança de aumentar minha comunhão com Deus, saí para comprar uma Bíblia. Mas..........................qual, QUAL? Ia até te pedir um conselho! São tantas, de tantas cores, formas, tamanhos e denominações...estava meio perdido (igual a cachorro na porta do açougue [e a menino na frente da confeitaria]).
Então, escolhi um versículo do Evangelho de João ("Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai, senão por mim") para ver como cada Bíblia o citava e o explicava (achei que seria um bom método...).

Vi que há as "Populares" e as "de Estudo"; tem a de "luxo" (com couro de crocodilo); a "revista e atualizada"; a "na linguagem de hoje", a "teen", a da "mulher", palavras de Jesus em vermelho, colorida, a completa (e a completíssima); "pequena", "capa mole", "brochura", "trilingue"...e por aí vai (há até em "braile" e em CD do Cidão Moreira).

Senti-me como em um grande mercadão árabe: qual seria a melhor para convencer meu olhar e minha mente?

A frase paradigma que escolhi estava em todas, quase de modo igual; os comentários variavam um pouco, ora mais legalistas, ora mais espirituais, ora mais psicológicos, ora mais doutrinários...

A frase tinha um impacto emocional diferente conforme fosse "adjetivada" ou de acordo com o papel/letra/cor/material de que confeccionada a Bíblia [eram Bíblias Emocionais].

Então, lembrei-me de Paulo (Coríntios1: 22-25): os que têm alma de grego pedem explicações (desejam conhecimento [Bíblias de Estudo]); os que têm alma judia, pedem sinais (querem sentir [capas especiais, letras em vermelho]); os que amam a Deus (espírito samaritano), aceitam a loucura e o escândalo do Cristo Crucificado e ressuscitado, poder e sabedoria de Deus  para que o espírito santo nos convence da absoluta veracidade e imutabilidade da frase.

Ah, a Bíblia Pneumática (o espírito além das letras, tesouro enterrado no campo): um pedacinho de papel (higiênico até; usado, que seja); um toquinho de lápis velho; caligrafia miudinha, fraquinha; e - EIS A DIFERENÇA - um leitor (um ouvinte) a quem Deus, de graça e por bondade, concedeu fé do tamanho de um grão de mostarda (...ou de Urucum).

- Habib, seu abestalhado, pegue sua Bíblia (a que tiver [é, "aquela" mesmo!), ajoelhe clamando por fé e discernimento, e...................LEIA ! ! ! (-Ué, quem falou isso?)

=>Já meus passarinhos não querem nem saber do preço: se é Bíblia" (papel fininho!) eles querem mesmo é bicar...é o jeito deles "comerem a palavra"....risos.

Abção.

______________________________________

Resposta:

Mano amado Habib: Graça e Paz!

Sabendo que os crentes primitivos não tinham Bíblias, como tenho reafirmado muitas vezes, ponho-me a pensar o que Paulo diria se chegasse a Éfeso e encontrasse um mercado de Bíblias como os nossos mercados ocidentais modernos.

E mais: ponho-me também a pensar o que Jesus faria.

Sim! O pensariam? Diriam que é uma benção? Ou veriam a coisa toda como perversão, trocando a expectativa de guardar a palavra no coração pelo seu uso na prateleira, na estante ou debaixo do braço?

O fato é que a Bíblia, à parte do nome J-e-s-u-s, é o 2º melhor negócio da religião cristã.

Digo à parte do nome Jesus, pois, na realidade, o nome Jesus é a grife mais lucrativa da história, e o próprio Jesus insinuou que assim seria, quando afirmou muitas vezes o que se faria "em seu nome". Sim! Disse Ele que Seu nome seria usado e abusado, até ao ponto de fazer cumprir a palavra sobre os que, usando Seu nome, nunca foram, todavia, por Ele conhecidos.

O fato simples é que, depois de mais de 35 anos de leitura sistemática da Bíblia, evito escrever citando as referencias, a fim de ver se as pessoas, pelo menos intrigadas e curiosas, voltam a ler a Bíblia, ao invés de adquiri-la apenas.

Leio a Palavra na única Bíblia de minha vida adulta; uma que já tem a idade de minha fé, que não tem notas de rodapé e nem comentários, exceto os meus próprios.

Ora, no curso da minha vida "ministerial", praticamente, de 1983 para frente, não se publicava Bíblia no Brasil sem que as editoras deixassem de me mandar um exemplar gratuito.

Eu, no entanto, mesmo reconhecendo que muitas Bíblias modernas têm sua utilidade nas ferramentas que oferecem como ajuda à leitura, nunca troquei minha velha Bíblia por nenhuma outra.

Hoje em dia, com a Internet, qualquer Bíblia pode ter os comentários que se queira. Sim! Pois você lê, e, se tiver dúvidas, vai à Internet e pesquisa como desejar.

As Bíblias com comentários, quando são edições denominacionais [ou seja: publicadas por uma igreja ou denominação religiosa], em geral trazem as doutrinas do grupo já sistematizadas, de modo que a pessoa nem mesmo tem a chance de ler a Bíblia sem tais condicionamentos prévios.

Meu pai creu no Senhor apenas lendo uma Bíblia sem nada escrito que não fosse texto da Escritura. Hoje essa Bíblia dele está comigo. Grande, bela, imponente e simples. Guardo-a com todo amor.

Sinto saudades do tempo em que a questão não era em que Bíblia se leria, mas apenas onde encontrar uma ou qualquer Bíblia; pois, de fato, tanto fazia, assim como hoje também tanto faz.

As variações de significado entre uma Bíblia e outra praticamente não existem. Pode ser um texto aqui e outro ali que oferece alguma diferença, dependo da tradução. Porém, nem assim se consegue mudar o sentido geral, o que me permite dizer que qualquer leitura, em qualquer Bíblia, sendo feita com o coração aberto e a mente não condicionada - permite a qualquer pessoa entender o que seja o espírito da Palavra.

O tal problema de traduções só atinge a quem lê versículos e não a Palavra. Isto porque somente em versos bíblicos é que se pode aqui e ali dizer: A tradução tal do verso x é melhor do que as demais!

Fora isto, sinceramente, apenas lendo a Escritura em minha velha Bíblia, nunca senti falta de nada, até hoje!

Ler ou não ler, eis a questão!

Sim! É apenas isto!

Portanto, deixando de lado os laços e as tentações de papel e de capa, e também, pondo a parte "os comentários inspirados" dos comentaristas oficiais, o que vale mesmo é ler a Palavra, sem qualquer outra preocupação; pois, como disse João, temos "a unção que vem do Santo", a qual nos levará à verdade, conforme aconteceu sempre com todo coração sincero que tenha se aproximado das Escrituras.

Mano, amo você; e me alegro em todo seu desejo de crescer no conhecimento do Evangelho e das Escrituras.

Peço apenas uma coisa: Não deixe nenhuma Bíblia corromper a sua fé! Rsrsrs!



Nele, que é a Palavra Encarnada; e, aqui, encarnado não é vermelho, como se diz no Norte,





Caio



12 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF

Nenhum comentário: