COMPARTILHANDO FATOS, IDÉIAS E VIDA ENQUANTO CAMINHAMOS

10 de jan de 2011

ATÉ QUE O MAR NÃO MAIS EXISTA...

Aos discípulos na Dispersão: Um fraterno abraço cheio de alegria, a cada um, onde cada um estiver dentro desse planeta,

Lembro-me especialmente dos meus amigos ‘holandeses’, ‘portugueses’, ‘ingleses’ e ingleses, ‘espanhóis’, ‘italianos’... Oro para que a cada de vocês seja invadida pelo Espírito de Sua Graça aí no continente da secularidade mais extrema, da frieza espiritual absoluta. O Senhor vos dê força e Fé!

Lembro-me também dos meus amigos Japoneses (e dos recém-chegados a se reunir na Austrália); em especial, as igrejas que se reúnem na casa do Cláudio & Cláudia e da Inês, além de outras iniciativas recentes no arquipélago. Que SER continue especialmente melhor do que TER, e que a vida de cada um encontre sentido na Graça que Basta!

Lembro-me ainda dos meus amigos na América do Norte, de costa a costa, quase todos trabalhando mais do que gostariam, cansados mais do que deveriam, ganhando bem menos do que esperavam... Que nessa madrugada o Senhor renove vossas forças, esperanças e especialmente relacionamentos. Que cada família seja aquecida em meio à fraternidade abrasileirada, que não pode ser revogada. Um beijão, Jota e Estação!

Por fim, lembro-me daqueles com quem comecei o ano que se finda. Sim, há exato um ano atrás, sete pássaros novos deixaram o ninho de suas Estações e embarcaram para o grande continente esquecido. E lá fizemos discípulos dentre os filhos da paz que já nos esperavam há alguns anos, feito Cornélio vivia antes de Pedro. Nada em nossas vidas foi mais místico, ousado e intenso de provimentos espirituais o tempo inteiro. Até hoje me assombro com o que foi feito somente entre o dia 01 e 20 de Janeiro em solo Africano. No meio do ano, voltaram alguns de nós, e agora no fim de 2010, outros ainda, indo sempre nosso capitão, Leonardo Santos, a quem envio o mais apertado abraço e beijo (sem barba, por favor... rs).

Sinceramente, amigos, digo que a pós-expedição foi mais cansativa do que a Missão em si; pois não desistir de tudo, frente a tantos obstáculos, é nossa maior luta (Vivo a lembrar do rosto de cada pequenino para que o Leonardo, eu, Chico e Valmir e todos não desfaleçamos. Não é vitimização não... É dose mesmo!!! rs). Para vocês terem uma idéia, até à ONG inglesa, na pessoa do Gary, estamos dando força para continuar, tamanha às pressões contra ele dentro da sujeira política subornada no governo nigeriano, que iniciou perseguição aberta a Missão!

Agradeço a todos os que estão ORANDO pelo CAMINHO-NAÇÕES, aos que estão contribuindo mês a mês com o que podem; aos tradutores-do-Caminho, às equipes de revisão, edição, fotografia, filmagem, manutenção de sites, blogs e informativos vários... Minha gratidão a toda uma rede de voluntários que, espontaneamente, foram surgindo e se organizando para servir, sem que ninguém ganha NADA senão a GRAÇA de participar do que nem merecemos fazer pela Causa!

A todos: Fiquem bem, renovem-se no Senhor, chorem e dêem muitas risadas. Não se afastem uns dos outros (senão para orar e voltar logo, pois quem fica orando muito não gosta de gente! rsrs). 2011, posso garantir: será mal... Como o foram todos os anos anteriores ao próximo. E será BOM “quanto mais vede que se aproxima o DIA”.

Saibam que as mesmas provações e crises têm se dado com todos os irmãos em todo o mundo. E vocês estão aí para salgar a terra estrangeira com o gosto de ser do Evangelho e do Brasil até que o Senhor volte e toda crise termine, e a dor cesse e as lágrimas sejam enxugadas e o mar de distâncias e turbulências não exista mais.


Al Sakhra!


Marcelo Quintela

Nenhum comentário: